Salada de quinua com guacamole

Um dos ônus de cozinhar pra uma ou duas pessoas só é que é praticamente impossível comprar ingredientes que venham na quantidade exata para essas receitas. Assim, depois de usar parte de um abacate gigante pra fazer a o tradicional Guacamole do post anterior, tive que apelar pra criatividade pra encontrar uma receita que fosse diferente, mas usasse a mesma base de ingredientes que já tinha. Encontrei então essa opção de salada de quinua com guacamole, que foi uma ótima variação.

Salada de quinua com guacamole

Tempo de preparo: 30 minutos. Tempo de espera: 1 hora. Rendimento: 2 porções.

 

Ingredientes:

1/2 xícara de quinua

1 xícara de água

1/2 colher de chá de sal

1/2 dente de alho espremido

1 colher de sopa de salsa picada

2 colheres de sopa de suco de limão

3 colheres de sopa de azeite

1/2 abacate picado em cubinhos

1/4 de xícara de cebola bem picadinha

1 tomate pequeno picado em cubinhos

sal e pimenta do reino a gosto

tabasco a gosto

Modo de preparo:

Cozinhe a quinua com a água e a 1/2 colher de chá de sal em fogo médio, até que toda água tenha evaporado. Guarde a quinua na geladeira para fazer a salada com ela fria. Misture todos os ingredientes, e corrija o tempero com sal, pimenta do reino, tabasco e azeite.

Anúncios

Salada caprese diferente

Pra inovar um pouco na salada, peguei os ingredientes da tradicional salada caprese (tomate, muzzarela de búfalo e manjericão) e acrescentei castanha de caju e mel, que trazem sabores contrastantes e surpreendentes. E, como toda salada, exige esforço zero!

Caprese diferente

Tempo de preparo: 15 minutos. Rendimento: 1 porção

 

Ingredientes:

1 tomate cortado em cubinhos

3 muzzarelas de búfalo pequenas

1 palmito cortado em fatias

15-20 castanhas de caju cortadas em metades

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de mel

1 colher de sopa de molho pesto

sal a gosto

folhinhas de manjericão para decorar

Modo de preparo:

Junte todos os ingredientes em uma vasilha e ajuste ingredientes do molho (sal, mel e pesto) a gosto.

Livro de receitas da minha avó (e salada de feijão fradinho)

Não é por ser minha avó não, mas Dona Doli é uma mulher incrível. Ficou viúva muito cedo, com dois filhos pequenos, um de 3 e outro  1 ano. “Criou-os com a ajuda de Deus e de seu trabalho como professora primária, de desenho e música, até formá-los: um médico eum engenheiro”. Mesmo depois de aposentada, com filhos e netos criados, nunca se contentou em ficar parada. Aos 80 anos resolveu aprender a pintar em tela e, com a experiência de desenho, pintou diversos quadros que estão hoje na casa de toda a família. Começou a mexer no computador e, em seguida, na internet. Mas, foi em 2009, aos 85 anos de idade, que concretizou seu plano mais ambicioso: escreveu e publicou um livro de receitas!

Em homenagem à Vó Doli, transcrevo aqui uma das receitas do livro.

Ingredientes:

Feijão Fradinho

Tomates, ovos cozidos, azeitonas, cebolas, salsinha, ervilhas

Azeite e vinagre

Maionese (opcional)

Sal a gosto

Modo de preparo:

Cozinhar o feijão com sal, Tirar com uma escumadeira o feijão, sem o caldo e colocar em uma tigela. (Não o jogue fora porque esse caldo dá uma sopa muito gostosa). Misturar os tomates, os ovos cozidos, as azeitonas, as cebolas, as salsinhas, tudo bem picadinho, e as ervilhas. Temperar com azeite e vinagre e verificar se está bom de sal. Com maionese também combina.

Tempo de preparo: 20 minutos. Rendimento: 2 porções como refeição, 4 como acompanhamento.
 
Nota 1: Depois que eu descobri o feijão fradinho pré-cozido em caixinha da Camil, eu nunca mais cogitei cozinhar o feijão!
Nota 2: Pra um caixinha de feijão, sugiro 2 tomates pequenos, 2 ovos, 2 colheres de sopa de azeitonas, 1 colhere de sopa de cebola ralada, e 6 colheres de sopa de ervilha, 2 colheres de sopa de salsa e cebolinha.
Nota 3: Acho que combina muito com atum. Assim, vira uma refeição.

Salada de quinua

Descobri a quinua em uma viagem pro Peru em 2008. No dia anterior ao passeio em Machu Picchu fomos a busca de um lanche que pudéssemos levar para dentro do parque, onde nos falaram que os preços de qualquer coisa eram abusivos. Não sei bem como fomos, parar num restaurante vegetariano onde o dono preparou uma salada de quinua especialmente pra gente, basicamente com os vegetais que escolhemos. Colocou em uma embalagem de isopor e levamos no dia seguinte para parque.

Por ser considerado um alimento completo, possuir alta concentração de proteínas, zinco e ferro, a salada se provou o alimento ideal para o dia de pesadas caminhadas. O gosto é surpreendente e desde então sou apaixonada por esse grão.

Ingredientes:

½ xícara de quinua em grão

1 xícara de água

1 colher de chá de sal

1 tomate

3 colheres de sopa de ervilha

1 colher de sopa de cheiro verde

1 colher de sobremesa de cebola ralada

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sobremesa de vinagre

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:

Cozinhe em fogo médio a quinua, a água e o sal até que a água evapore. Reserve na geladeira por cerca 1 hora para comer como salada (pode ser consumida quente também). Pique o tomate em cubos pequenos e junte a ervilha e o cheiro verde a quinua já fria. Tempere com azeite, vinagre, cebola ralada, sal e pimenta a gosto.

A receita é muito versátil, podendo acrescentar quaisquer vegetais que tenha na geladeira. Dessa vez eu acrescentei vagem e aspargos, mas acho que combina também com cenoura ralada, couve flor, brócolis, entre outros. Pode também acrescentar atum ou ovo cozido para fazer da salada uma refeição completa.

Tempo de preparo: 20 minutos. Tempo de espera: 1 hora. Rendimento: 4 porções como entrada, 2 como prato principal.